INDIGNAÇÃO

Já se tornou rotineiro ao longo da história, contemporânea brasileira, escândalos de corrupção envolvendo dinheiro publico.

O péssimo costume de enriquecer de maneira fácil e às custas do estado, confunde-se com nossa história.

Provavelmente isto se repita exatamente pela ausência de punição exemplar a fatos passados e até mesmo certa complacência de nossas autoridades.

Hoje vivemos situação de total descalabro, de puro deboche com a população e instituições, diariamente novos escândalos aparecem sempre envolvendo políticos do mais alto escalão da republica. Por conta da necessidade de maioria parlamentar, loteou-se a administração publica entre os partidos de apoio ao governo que nomeiam ministros , 1º e 2º escalões sem a menor qualificação as funções a que se propõem com um único objetivo sangrar o estado em benefício próprio e dos partidos.

Sempre se roubou dinheiro publico no Brasil, mas o que acontece hoje é vergonhoso de um escracho total, rouba-se sem o menor pudor em um deboche total, segundo a revista Veja do ultimo dia 22/10 em levantamento superficial efetuado, constatou-se o roubo de 85 bilhões de reais por ano no Brasil e a mesma reportagem elenca uma série de problemas do país que poderiam ser eliminados facilmente com este montante.

É preciso ação além de indignação, para se acabar com este estado de corrupção generalizada, cabe a população de bem que paga seus impostos e cumpre a lei, sair da letargia em que vive e passar a exigir a faxina e limpeza profunda no seio do poder.

E o momento é este, a população adulta de todos os segmentos deve se unir aos jovens que começam a se manifestar, para exigir um pouco mais de respeito ao país e sua população.

MÁRIO CORRÊA - Sócio Diretor

Comentários